a tia

Não teríamos sobrevivido à semana passada, e o a inadiável regresso ao trabalho, sem a preciosa ajuda da tia Armanda. Veio expressamente do Porto cá para casa e, além de cuidar da pequenita, fez de tudo um pouco (incluindo petiscos muito saborosos). A G. adorou e divertiu-se imenso.

Advertisements