aula de dança

slingar

Ontem a G. participou pela primeira vez, activamente – pelo menos tanto quanto uma criança de cinco meses consegue ser activa – na aula de danças tradicionais. Apesar de morta de sono, fez sucesso e saiu de lá fã e acordada. Regressar aos momentos de dança é um sonho que espero que se torne rotina brevemente. Fazer actividade física com um bebé pequenino tem-se mostrado o desafio mais difícil de conciliar. A única forma que consigo encontrar é levando-a a dançar comigo. Mais uma vez, o sling ajudou. Por sorte ela gostou, quinta-feira repetimos.

Advertisements