aula de dança

slingar

Ontem a G. participou pela primeira vez, activamente – pelo menos tanto quanto uma criança de cinco meses consegue ser activa – na aula de danças tradicionais. Apesar de morta de sono, fez sucesso e saiu de lá fã e acordada. Regressar aos momentos de dança é um sonho que espero que se torne rotina brevemente. Fazer actividade física com um bebé pequenino tem-se mostrado o desafio mais difícil de conciliar. A única forma que consigo encontrar é levando-a a dançar comigo. Mais uma vez, o sling ajudou. Por sorte ela gostou, quinta-feira repetimos.

Advertisements

One thought on “aula de dança

  1. Fantástico, Marta! Quando a minha filha Eva nasceu (há 11 anos) e eu recomecei a fazer terapia (pouco depois), a minha mãe ia ficar em minha casa com a bébé. Lembro-me da dificuldade que eu tinha em saír com a Eva mais o carrinho (abrir carrinho, fechar, elevador, criança). O meu tempo pós-parto foi muito menos luminoso e iluminado que o teu. Mas o que importa é que nos últimos anos tive a graça de passar a poder estar com ela muito mais. Deixei de trabalhar (forçadamente), o que se transformou na maior prenda que o destino me ofereceu, para me reencontrar e reencontrar as pessoas que amo. No entanto, de cada vez que vejo um post teu, não é inveja que sinto mas uma intensa admiração e deslumbre pela beleza que pões na tua vida e na relação com a Gabriela. Força aí. E se alguma vez passares por Lisboa, não te esqueças que há uma Carmo (que ainda não conheces) em Caxias, que te admira e gostava de te conhecer e receber (e ajudar se de algo precisares). Um beijo, fica muito bem, tu e a Gabriela

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s