irmãos – brothers

irmãos

irmãos

 

80% da minha energia diária é canalizada para ensiná-los a viver em conjunto, respeitarem-se e partilharem. Desde que o Gil começou a ter autonomia para escolher os seus brinquedos e tomar decisões, começamos a ter problemas diários e constantes. A menina cá de casa gosta de controlar e mandar, mas ele, apesar de tolerante, tem a sua determinação. Nos últimos meses, passo a maior parte do meu tempo com eles a fazer a gestão da relação. Ensino-os a brincarem juntos e a compreenderem-se um ao outro. Por vezes é desgastante, mas começa a dar frutos. Já saem muitos “obrigado”, “por favor” e “vamos partilhar” espontâneos. E a última desta semana é o “tá bem” do Gil, doce e decidido, como ele próprio. Os jogos em conjunto multiplicam-se, à medida que se apercebem que não são uma ameaça um para o outro e que há brincadeiras que sabem muito melhor a dois. Prós e contras e de ter dois filhos com 20 meses de diferença.

80% of my daily energy is channeled to teach them to live together, respect each other and share. Since Gil began to have autonomy to choose his toys and make decisions, we started having daily and constant problems . The little girl in this  house likes to control and command, but he, although tolerant, is quite determined. In the last months, I spend most of my time with them acting as a relationship coach. I teach them to play together and to understand each other. Sometimes it’s exhausting, but it begins to be fruitful. We already have many spontaneous “thank you”, “please” and “let’s share” . And the last of this week is Gil’s “okay”, sweet and determined, as himself. The games for two multiply, as they understand they are not a threat to each other and start to realize that some plays are so much better for two. The dos and don’ts of having two kids 20 months apart.

irmãos

Advertisements