País sob fumo | A country under smoke

Um país em chamas. Estamos de férias debaixo de uma nuvem de fumo arrastada pelo vento até ao mar. O ar está estranhamente escurecido e o mar reflecte uma luz laranja. No céu, as 4h da tarde parecem 8h da noite. O fumo faz sombra sobre os barcos no horizonte, transformando um dia de sol intenso num dia fresco e nublado. (As fotografias não têm qualquer filtro ou tratamento).

O norte do país arde intensamente há vários dias. O ar está irrespirável, as pessoas tristes, o país negro. Muitas das nossas belezas naturais esfumaram-se, mais uma vez. A beleza das nossas serras transformou-se num local de fuga. Parques de campismo abandonados por campistas nacionais e estrangeiros que não encontram segurança, quer pelo fogo quer pelo fumo, numa paisagem que dias antes cortava a respiração, mas pela beleza que continha. Eu já abandonei a ideia de ir acampar, como de costume, na estrela. Este ano não há condições… Que dor. Que país. No rádio anunciam que a protecção civil diz que metade dos incêndios tem origem em negligência humana. Não havendo multas previstas para a estupidez humana, pergunto-me quantos mais hectares de património natural terão de desaparecer para educarmos os cidadãos, da mesma forma que se conseguiu educar para a redução drástica de acidentes automóveis, por exemplo. Pusemos cintos de segurança, punimos a condução com álcool, etc… Os acidentezinhos por beatas que voam de janelas (eu vi, várias), as fogueirazinhas acesas e abandonadas em dias de rajadas de vento descontroladas (eu também vi), não podem ser tratadas com puxõezinhos de orelhas e “para a próxima tenha mais cuidado”.
O “meu querido mês de Agosto” transformou-se num inferno de Agosto. Uma grande parte das pessoas faz férias junto ao mar, mas quem costuma desfrutar do interior sabe bem do que falo. Não há ano que não arda, aqui, ali ou por todo o lado. E é sempre uma dor.

A country on fire. We’re taking a holiday break under a cloud of smoke brought by the wind to the sea. The light is dark. The sea is orange. It’s 4 o’clock, but it looks like evening. The smoke is over the boats on the horizon, like a big cloud. (The photos have no type of filter).

The north of the country is burning for several days. The air is not breathable, the people sad, the country black. Our natural beauties turned into ash, once again. People are abandoning the campings in the beauty of the mountains, for both fire and smoke don’t let you chill out safely. We were going camping to the mountain, as usual, next week. But had to quit the idea. Painful. What a country.
On the radio they announce that one half of the ignitions results of human negligence. I wonder how many years more until we have a program of education (harsh, punitive education) like we had for car accidents, for instance. Everyone is now using security belts and drunk driving reduced dramatically. Little accidents because someone throws a burning cigarette through the window (I saw it), or leaves a fire without vigilance (I saw it too) cannot pass with just some mere warning.
It is simply awful this year, but it is the same every year. Fires everywhere. 

Os meus filhos brincam às fogueiras.

My kids playing of fireplaces.

Advertisements

5 thoughts on “País sob fumo | A country under smoke

  1. Lindas fotos, porém um triste e verdadeiro relato. A humanidade se perdeu em algum momento, provavelmente depois da revolução industrial. Torço para que ainda tenhamos tempo de perceber o que é realmente importante: harmonia com a natureza, amor ao próximo e igualdade de recursos e condições para todos os seres.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s